sábado, 28 de fevereiro de 2009

Killzone 2 - Análise

Abertura do jogo
Em meados de 2004 saiu o primeiro "Killzone", grande aposta da Sony para bater de frente com o emergente fenômeno da Microsoft que se prenunciava: "Halo". O título produzido pelo estúdio Guerrilla Games era chamado de "Halo Killer" (matador de Halo) tamanha a expectativa e confiança - sentimentos fadados a uma amarga decepção.

Ainda que seja um jogo de proporções grandiosas para o PlayStation 2, dotado de requintes pouco vistos à época, como animações elaboradas e interatividade com o cenário, problemas cruciais nos controles e falhas horríveis nos gráficos comprometeram demais a experiência, relegando o nome "Killzone" ao cesto de promessas não cumpridas.

Apenas um ano depois nova investida: um fantástico e assombroso trailer de "Killzone 2" rodando no que supostamente seria um PlayStation 3. Nada de CGs, filmes feitos em computador, mas sim o próprio videogame rodando o jogo em tempo real. Revelou-se mais uma farsa criada pela Sony para gerar expectativa sobre o título. E conseguiu. Nos últimos quatro anos falar de "Killzone 2" é lembrar do tal trailer e questionar se a produção realmente entregaria um visual e experiência tão eletrizantes quanto prometidos.

Após toda essa espera, levemente atenuada pelo competente, mas simplório, "Killzone: Liberation" para PSP, chega a hora de botar as palavras da Sony sob prova - e comprovar que desta vez a empresa falou sério.

A guerra aperfeiçoada

"Killzone 2" é o "Gears of War" do PlayStation 3. Uma experiência de guerra brutal, intensa, frenética e marcante. O enredo dá continuidade direta às histórias dos títulos anteriores. A principal diferença fica para o fato que desta vez saímos do planeta Vekta, palco dos primeiros dois episódios e lar da Interplanetary Strategic Alliance, exército do qual o protagonista faz parte.

A batalha agora acontece em Helghan, residência dos Helghast, o exército inimigo no qual os soldados usam a característica máscara de olhos vermelhos e brilhantes.

Helghast querem a supremacia
Cheio de clichês, mas vibrante e envolvente, o roteiro de "Killzone 2" dá o tom para a experiência: basicamente uma compilação aprimorada de elementos vistos nos principais games de tiro dos últimos tempos. Gears of War é a inspiração mais clara, só que momentos de "Call of Duty 4: Modern Warfare" e "Halo" ressoam a todo momento. Você faz parte de um esquadrão de quatro soldados canastrões - alguns veteranos dos Killzone anteriores - que falam palavrões o tempo todo, são sujos e curtem uma boa briga. Nada de idealismo heróico, assim como a turma do Marcus Fenix.

O próprio caminho traçado remete a outras tantas aventuras: você começa no olho do furacão, na frente de batalha. Progride, é obrigado a fazer um desvio, invade fortalezas subterrâneas, retoma a rota principal e eventualmente se defronta com o principal general ou similar do grande líder do exército inimigo. Previsível sim, empolgante também.

Toda essa emoção é mérito do magnífico trabalho realizado pela Guerrilla. Os gráficos são absolutamente sensacionais, destacando-se com folga dentre os melhores do PlayStation 3. Todavia, o mérito maior não está tanto na tecnologia, na quantidade de polígonos em ação, efeitos ligados e filtros presentes. De fato, não raro se encontram texturas pixeladas e borradas, polígonos que se quebram e falhas similares. O grande trunfo reside na ambientação criada com todo esse arsenal técnico. O clima de guerra é eminente, a todo momento se ouvem tiros, explosões, edifícios em ruínas e uma densa névoa de poeira inunda os cenários, quase como um lembrete da destruição que o rodeia.

A interação com cenários é meticulosa. Nem todos os objetos que se vê são interativo. Contudo, tais elementos abundam em momentos decisivos, no calor da batalha. Quase tudo usado por cobertura pelos soldados fica marcado de balas, quebra de alguma maneira e às vezes até se desfaz. Os elementos convergem para a grande proposta de "Killzone 2": criar uma experiência cinematográfica interativa.

A grandiosidade de ambientes é digna de produções de Hollywood, assim como a quantidade de explosões, balas, granadas e soldados que voam pelos cenários - não é por menos que os próprios produtores chamam o estilo visual de "Hollywood Realism (em português, "Realismo de Hollywood").

A trilha não deixa por menos. Suntuosa e poderosa, inclui quase meia hora de faixas orquestradas, executadas pela Orquestra Sinfônica de Londres. Em meio a tanto esmero, a dublagem não teria como ser diferente: segue o padrão dos episódios anteriores, e do próprio estilo de jogo, sendo ótima e convincente - ainda que povoada demais por palavrões e xingamentos.

Por conta disso a ação não para. Diferente de "Gears of War", que apresenta equilíbrio entre as sequências de tiroteio e partes mais calmas, apenas atravessando cenários e conversando com os colegas de equipe, "Killzone 2" segue o tempo inteiro em alta velocidade. Os intervalos entre uma área e outra de batalha intensa servem basicamente para recarregar sua arma e abastecer de munição ou trocar de armamento em depósitos bélicos convenientemente localizados.

Controle de qualidade

Quatro minutos de ação
Nos controles "Killzone 2" não complica e mantém a premissa de unir conceitos de sucesso dos concorrentes. Ele não inova, mas refina, por assim dizer. Por exemplo, o consagrado sistema de cobertura se faz presente de maneira muito similar - troca-se basicamente a perspectiva, que em "Killzone 2" é em primeira pessoa.

A configuração de botões remete a Halo, privilegiando o fácil acesso a ataques físicos (pouco usados, mas eficientes) e granadas (sempre úteis). Os armamentos adquiridos na epopéia em Helghan não são de todo impressionantes, optando por um design sóbrio e brutal a maluquices que tanto tem aparecido, ainda mais em títulos de ficção científica e temática espacial. Metralhadoras e pistolas aparecem em grande variedade, tal qual outros equipamentos já conhecidos: shotgun, rifle de franco-atirador, lança-foguetes. Sobram os experimentos para uma arma elétrica de munição infinita, outra que dispara balaços de imensa energia e algumas outras surpresinhas.

Uma das grandes proezas memoráveis de "Killzone 2" é conseguir usar o sensor de movimento dos controles do PS3 de maneira útil e agradável. São elementos sutis: gire para controlar manivelas, instalar bombas ou maneje para os lados a fim de acertar a precisão da mira do rifle de franco-atirador. Nada revolucionário, mas tipo de detalhe que valoriza o conjunto da obra.

As opções de partida online para vários jogadores garantem imensa sobrevida mesmo após o fim da campanha principal - relativamente extensa, exigindo cerca de 10 horas para ser finalizada por alguém com experiência no gênero. O sistema busca inspiração em "Call of Duty 4" e "Team Fortress 2", privilegiando trabalho em equipe assim como evolução de personagens, o que confere habilidades extras.

Quatro minutos de ação
Engendrando isso tudo, um sistema estável que permite até 32 jogadores se enfrentando simultaneamente e elaborados sistemas de clãs e torneios. Promissores, mas ainda com muito a provar. De qualquer forma, tem potencial para desbancar até o colega Resistance (seja o primeiro ou segundo jogo) na preferência dos multiplayer online - ficando parelho com Call of Duty 4.

Ainda no aspecto online, Killzone 2 registra dezenas de estatísticas suas, que podem ser enviadas à comunidade oficial do game na rede PSN e depois comparadas com amigos e outros jogadores.

CONSIDERAÇÕES

Grandioso, intenso, lindo e envolvente. "Killzone 2" é um jogo que marca época pelo grau de refino e polimento que apresenta. Faz jus ao trailer de 2005? Talvez não plenamente, o que não quer dizer que seja ruim. Em uma geração de consoles povoada por tantos games de tiro em primeira pessoa, "Killzone 2" alcança lugar entre os melhores não por inovar ou revolucionar, mas executar com alto nível de excelência conceitos consagrados e divertidos.

Fonte : UOL Jogos

COMENTEM !!

50 Cent: Blood on the Sand - Análise

Depois de emplacar sucessos como "In da Club" e "P.I.M.P." de seu álbum "Get Rich or Die Tryin", em 2003, o rapper nova-iorquino 50 Cent virou uma máquina de fazer dinheiro: além de ganhar seu próprio selo musical, o G-Unit, para empregar velhos amigos e colaboradores, o artista famoso por ter levado nove tiros durante um atentado passou a emprestar sua marca a uma série de produtos, desde roupas e acessórios até bebidas energéticas.

Rap e games
Para o videogame foi um pulo. Primeiro apareceu no jogo "50 Cent: Bulletproof", lançado para Playstation 2, Xbox e PSP na época de seu segundo álbum, "The Massacre", em 2005, e que vendeu bem puxado pelas vendas do disco, apesar da baixa qualidade. Agora parece que foi a vez de fazer direito, contando apenas com os próprios méritos do game e, claro, o carisma do artista marrento dono de uma voz mansa e criador de ritmos que grudam na cabeça.


Fantasia gangsta


É evidente que "50 Cent: Blood on the Cent" foi criado em torno da vaidade do protagonista e sua entourage. A história absurda, com um roteiro que parece ter sido escrito por um pré-adolescente desbocado, coloca 50 Cent e seus parceiros da G-Unit em um país fictício do oriente médio, logo depois de um show. O grupo toma um calote milionário, pega um crânio cravejado por diamantes como garantia e logo se vê envolvido em uma verdadeira guerra civil contra mafiosos locais. É o sonho de qualquer aspirante a bad boy se formando na tela graças a milhares de polígonos: resolver todos os seus problemas na base da pancada, com muita pose e brilho.

E todo mundo aparece bem, do próprio 50 Cent aos seus ajudantes de luxo Tony Yayo, Lloyd Banks e DJ Whoo Kid, em modelos extremamente detalhados. Os cenários também são bastante caprichados, com muitos elementos surgindo na tela ao mesmo tempo, além de belas explosões e outros efeitos especiais.

Foi feito aqui um belo trabalho gráfico que não costuma ser visto em títulos licenciados, mas ainda é possível testemunhar problemas chatos como algumas expressões de paisagem dos protagonistas, ocasionais problemas de carregamento de texturas e uma taxa de animação bastante instável.

A trilha sonora é outra acima da média, graças ao grande número de canções do bando. São cerca de 40 faixas, com 18 exclusivas entre sobras de álbuns e inéditas, com direito a convidados especiais. Dá até para habilitar videoclipes escondidos e selecionar sua própria playlist para a aventura, em uma das poucas idéias realmente frescas para a ação do jogo.

Genérico de ação

Cooperação online
Apesar de contar com rostos carismáticos, boa música e visuais decentes, "50 Cent: Blood on the Sand" foi construído sobre uma base bastante comum. A visão e o sistema de cobertura parecem com os de "Gears of War", há uma câmera lenta no estilo de "Stranglehold", seu parceiro é fundamental em algumas ocasiões como "Army of Two" e há bônus por matar inimigos em determinado tempo da mesma forma que em "The Club". Os clichês continuam em várias formas, como na figura do mercador de armas, nas fases de pilotagem ou na presença obrigatória de barris explosivos. Não há nada em "50 Cent: Blood on the Sand" que já não tenha sido visto antes.

Ao menos é uma mistura que funciona, impondo um ritmo ágil graças às constantes aparições de inimigos ou novos objetivos a cumprir. A inteligência artificial não é das melhores, mas muitas vezes a quantidade de oponentes acaba neutralizando este problema, oferecendo uma grande quantidade de alvos a serem despachados. Com a necessidade de buscar sempre por dinheiro e a de cumprir os objetivos para pontuar mais, o game consegue empolgar aquele tipo de jogador que não se importa em comer feijão com arroz todos os dias, principalmente se for simpático ao astro do game.

CONSIDERAÇÕES

"50 Cent: Blood on the Sand" é um dos raros jogos licenciados a escapar da maldição de prazos apertados e orçamentos baixos, livre de corresponder ao lançamento de outro produto relacionado, e apoiado na força da marca e do carisma do rapper e seus colaboradores mais próximos. Com uma apresentação bastante razoável e canções inéditas dos envolvidos, a produção é acima da média para este tipo de game. Pena que a ação não traga nenhuma novidade e caia em um mar de clichês no gênero, apagando-se diante da competição acirrada.

Fonte : UOL Jogos

COMENTEM !!

Rumor: Ready At Dawn está trabalhando em novo God of War para PSP

RAD

O PSP pode vir a ganhar uma segunda ajuda de Kratos. De acordo com o site Joystiq, a Sony já “encomendou” uma sequencia para o blockbuster God of War Chains of Olympus e o anúncio deve ser feito na E3.

De acordo com o site o rumor vem de fontes confiáveis. A fonte afirma que a Ready At Dawn voltou a trabalhar no PSP no final do ano passado. Isso significa que a softhouse voltou atrás em sua decisão de não trabalhar mais no potátil. Parece que depois do enorme sucesso de Daxter e Chains of Olympus não seria possível abandonar o PSP.

Com LittleBigPlanet, MotorStorm, Assassin’s Creed e Rock Band, a série bestseller God of War parece perfeita para consolidar o sucesso do PSP em 2009.

Se esse rumor se provar verdadeiro saberemos mais sobre o novo God of War portátil na E3, ou no manual de God of War III.

COMENTEM !!

Godfather II - Trailer

GFII

EA soltou hoje um novo trailer de Godfather II, chamado Crime Rings.

O game está previsto para chegar dia 10 de Abril para PS3 e Xbox 360.

COMENTEM !!

Sony fala sobre novo GTA pra PSP



O diretor de Marketing da Sony US John Koller disse a MTV que a empresa está em curso de negociações para trazer GTA de volta para o PSP.

"Ninguém deve deixar essa franquia adormecida" disse ele.

"É uma enorme franquia para PlayStation em geral. Tivemos dois, que estão no topo dos mais vendidos para o PSP até agora. Portanto, não há dúvida em continuar as conversas com a Rockstar sobre todas as suas marcas.

"Não existe isso de que deixamos a família PlayStation."

Koller ainda insinuou que os DS pode não ser o melhor lugar para o Chinatown Wars.

"É interessante lançar ele no DS", disse ele. "Ele levanta algumas idéias em uma série de áreas. Vai ser interessante ver como ele venderá.

Fonte : VG247

COMENTEM !!


Possíveis primeiros detalhes de Assassin's Creed 2 surgem na rede



Lembram que eu disse que existiam detalhes sobre Assassin's Creed 2 ?

Segundo boatos, a Ubisoft estaria exibindo o trailer de Assassin's Creed 2 para um público seleto e fechado. A medida seria um tipo de pesquisa de mercado.

Acontece que algumas destas pessoas não está segurando a língua na boca e soltando alguns detalhes da prévia na internet. O primeiro deles daria conta de que a nova aventura se passará em Veneza (Itália).

Segundo um dos sortudos selecionado pelo Ubisoft, esta é uma breve descrição do trailer:

"Veneza, século XV/XVI, a câmera mostra a cidade focando seu cotidiano. Pense nas cenas de pessoas pela cidade no primeiro Assassin's Creed, porém mais interativo. Durante esta cena vemos um homem dando dinheiro para uma atraente moça.

Dois homens, um relativamente grande e outro menor e mais magro saem de um barco com alguns guardas e prosseguem para uma praça no meio da cidade, onde um baile de máscaras está acontecendo. Todos estão dançando.

A garota que vimos anteriormente recebendo o dinheiro se aproxima do homem mais magro e o tira para uma dança. Ela é uma graça, quem vai dizer 'não'? A câmera gira em torno deles.

Um homem sai de um canto, vestido para o baile e esfaqueia o homem magro no pescoço. A lâmina utilizada lembra a arma que sai no lugar do dedo de Alair. O homem morre esparramado em sangue.

O segundo homem, o maior, repara na confusão e começar a fugir. Antes disso, ele manda os guardas irem atrás do assassino, mas a essa altura ele já está nos telhados da cidade correndo atrás de seu segundo alvo. O personagem pula para o chão na frente do homem, que para assustado e fala algumas coisas como: 'É uma pena que sua mãe tenha morrido, ela era uma linda mulher... Seu pai, por outro lado, morreu por sua arrogância'. Então, o protagonista atira no homem com uma pistola e o trailer acaba."

Nas conversas após o trailer, a fonte cita que houve uma conversa sobre o game envolver questões familiares, mas nada foi dito sobre a irmandade vista em Assassin's Creed. Ele lembra também que o trailer remete à prévia do primeiro jogo, só que em outra época e outro cenário. O misterioso espectador também disse que faltavam algumas texturas, o que demonstra um trabalho que está longe de terminar. Aparentemente, o nome do protagonista será Ezio, já que é a palavra que aparece embaixo de alguns estudos de design para o personagem.

Contactada por jornalistas, a Ubisoft respondeu que gosta de ver como seus fãs se interessam pela continuação de Assassin's Creed, mas eles não comentam boatos. A empresa garante que, quando for o momento, irá divulgar todos os detalhes do próximo game.

COMENTEM !!

20 novos mapas para COD4 Modern Warfare (PC)

null

A Activision e a Infinity Ward já disponibilizaram 20 novos mapas, via download, para a versão PC de Call of Duty 4: Modern Warfare. Para os interessados segue abaixo a lista com os links´s dos mapas.

1. Hill 107 Map (24.22MB)
2. Arbor Map (26.94MB)
3. Fortress Night (36.53MB)
4. FR Royce World v1 Map (25.68MB)
5. Mountain Lake Map (42.59MB)
6. SPS Carguero Map (11.48MB)
7. Sidesnipe Map (24.51MB)
8. SPS Monserrate Map (26.07MB)
9. Stadium Map (35.04MB)
10. Woodland b3 Map (28.13MB)
11. MP a2k Motel beta3 Map (45.14MB)
12. MP Dog Fight Map (23.31MB)
13. MP Falujah Map (27.03MB)
14. MP Vok Sniper Map (29.93MB)
15. MP Brokenroad Map (29.23MB)
16. MP Samfactory Map (25.14MB)
17. ToB Base Map (32.97MB)
18. Hellfires valley Map (18.6MB)
19. MP Parking Garage Map (40.39MB)
20. ToB Winter Square Map (33.99MB)

Call of Duty 4: Modern Warfare foi lançado em 2007 mas ainda continua a atrair jogadores de todo o mundo. Esta nova “rajada” de mapas vai trazer mais partidas online, e melhor de tudo, o download dos mapas é gratuito. O que está esperando?

Fonte : Game Tuga

COMENTEM !!

The Lost and Damned é recordista

null

Segundo a Microsoft, The Lost and Damned ultrapassou, aos pontos, todos os anteriores DLC´s lançados no Live, durante as suas primeiras vinte e quatro horas online.

A notícia não é de todo surpreendente, mas infelizmente, a empresa recusou-se a divulgar os valores correspondentes.

Fonte : Game Tuga

COMENTEM !!

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Com Star Ocean 4, Xbox 360 vence até Wii no Japão



Na semana entre 16 de 22 de fevereiro, o Xbox 360 foi o console mais vendido no Japão,
de acordo com a Media Create, empresa de marketing que acompanha o mercado nipônico de jogo.


Esse feito inédito se deu pelo sucesso de "Star Ocean 4: The Last Hope", RPG que se tornou a melhor estreia
para um jogo de Xbox 360 na Terra do Sol Nascente, com 162 mil unidades vendidas no período.


Com a ajuda do game da Square Enix e Tri-Ace (que foi lançado também num pacote contendo o Xbox 360),
o console da Microsoft pulou de 9.833 unidades na semana anterior para 25.334 unidades,
vencendo até mesmo o Wii, que tradicionalmente é o videogame de mesa mais vendido no Japão.


No entanto, os videogames mais vendidos continuam sendo os portáteis Nintendo DSi e PSP,
com quase 42 mil e 30 mil unidades, respectivamente.



Veja o ranking de venda de consoles no Japão entre 16 e 22 de janeiro e o acumulado para o ano:

1. Nintendo DSi - 41.839 - 575.326
2. PSP - 29.552 - 441.334
3. Xbox 360 - 25.334 - 99.072
4. Wii - 16.973 - 301.990
5. PlayStation 3 - 16.149 - 195.488
6. Nintendo DS Lite - 9.975 - 156.500
7. PlayStation 2 - 5.029 - 50.797

Sony: LBP não é o nosso maior título de PSP para 2009


LBP

John Koller, o diretor de marketing de hardware da Sony Computer Entertainment America, contou ao site Kotaku que ainda existe um “número” de jogos ainda não anunciados para PSP que lançarão ainda este ano. Segundo Koller, esses jogos são tão importantes quanto LittleBigPlanet.

“Por enquanto nós anunciamos cerca de metade do line up do PSP para este ano, alguns títulos AAA chegarão no segundo semestre e serão anunciados nos próximos meses e na E3.” Disse Koller.

Ele também revelou que LittleBigPlanet terá compatibilidade entre PSP e PS3, mas não especificou os detalhes. Imaginamos que seja para compartilhar fases.

Após um ano passado turbulento para o PSP, sendo “derrotado” pelo Nintendo DS, parece que finalmente o portátil da Sony está mostrando seu valor. Só nos resta esperar pela E3 para sabermos o quão promissores são esses títulos ainda não anunciados.

COMENTEM !!

EA confirma desenvolvimento de Dead Space 2


deadspace43

A EA confirmou hoje através de um release oficial que a sequência de Dead Space está em desenvolvimento.

Como de costume, nenhum outro detalhe sobre a continuação foi divulgado mas só a confirmação já tá de bom tamanho. Fiquem de orelha em pé!

COMENTEM !!

Jun Takeuchi fala sobre mudanças em Resident Evil

Em uma entrevista ao GameTrailers, Jun Takeuchi, produtor de Resident Evil 4 e 5, além da série Lost Planet, comenta a mudança de Survival-Horror para Ação, além de uma possibilidade de voltar ao antigo gênero e um possível remake de Resident Evil 2.

COMENTEM !!

Spots para tv "X-Men Origins: Wolverine"

Como a Fox prometeu, foi exibido o primeiro trailer para Tv do X-men Origins: Wolverine com o nome de "Outcasts", o trailer foca a infância de Logan.
Eu li as histórias do Wolverine Origins e posso falar que pelo que eu assisti do trailer esta bem fiel.


Confira o Trailer :



O filme conta a origem do herói mais f.... da equipe dos X-mens e tem data de estréia programada para o dia 1º de maio de 2009.

Segundo spot para tv "X-Men Origins: Wolverine"

Como a Fox havia prometido 3 spot de 1 minuto para tv, teve mais 1 dessa vez com o titulo "brothers".
Nesse spot é mostrada a relação conturbada do Wolverine com o Dentes de Sabre.

Confira abaixo:



X-Men Origins: Wolverine estréia em 1º de maio de 2009.


Último spot do "X-men Origins: Wolverine" é fodástico

Enfim chegamos ao último spot para Tv do filme "X-men Origins: Wolverine".
Intitulado de "Legends" mostra um pouco dos outro personagens, podemos ver no trailer toda a equipe: Gambit, Ciclope, Deadpool (esse eu não sei em português) e claro o Dentes de Sabre.



Preciso confessar que quando comecei a ler que o diretor não estava ligando a mínima para os fãs fiquei muito preocupado mas vendo esse trailer tenho 2 opiniões ou a fox faz milagre com os trailers ou o filme é fódastico.





O filme tem data de estréia para 1 de maio de 2009.

Fonte : Leorama

COMENTEM !!

Confira um trailer de Metal Gear Solid Touch para Iphone/ipod

Vocês devem ter percebido é que eu falo pouco dos games para portateis isso porque além de não ser muito fã de utilizar aparelhos caros para o padrão brasileiro em locais públicos e quando chego em casa acabo jogando os next-gen da vida.
Mas isso acabou mudando após descobrir quando a Konami anunciou MetalGear 4 touch para o iphone/ipod.



Então a partir de hoje o sussuworld(com uma "ajuda" hehe do Leorama) também vai comentar e criar reviews da nova plataforma de games chamada Iphone claro não é um game boy ou um psp mas quebra um belo ganho e está chegando franquias clássicas para o aparelho como a do trailer abaixo:



Isso mesmo o game famoso da Konami vai ter uma versão touch para Iphone e Ipod no esquema arcade de jogos de tiro onde você anda automaticamente e vai matando os inimigos que aparecem pela frente.

Fonte : Leorama

COMENTEM !!

Confira 4 minutos de Guitar Hero Metallica

Quem diria, eu nunca fui muito fã de Metallica , mas como um game pode mudar essa visão depois que comecei jogar guitar hero viciei no jogo e em ouvir as músicas do game.
E por isso que quando anunciaram Guitar Hero Metallica pensei pronto vou conhecer essa banda que eu nunca ouvi direito e ainda com risco de viciar.



Por isso confira 4 minutos de trailer e entrevistas com os produtores do game:


Mulher Brasiliense A Salvo, Light Phaser Mutilada

image

Nestes tempos de internet e informação viajando de lá para cá na velocidade da luz, a notícia de um homem que manteve refém uma senhora de 60 anos em Brasília foi postada no Kotaku antes de muitos nós locais ficarmos sabendo.

Você quer saber por que uma notícia dessas foi parar no Kotaku?

Porque, como as imagens acima mostram, o imundo do espírito opaco estava usando uma Light Phaser (a light gun do Master System) pra botar medo na polícia.

Não só funcionou por 10 horas (até o cara se cansar do joguinho de dar tiro no cowboy) mas o G1 nem menciona o uso da “arma” eletrônica na sacanagem toda. A senhora não foi ferida, mas ninguém falou da verdadeira vítima: a Light Phaser que teve seu cabo removido num misto de circuncisão com castração e eutanásia.

Minha Opinião :

PQP!! Depois não sabem porque o Brasil é alvo de chacota lá fora!! PO, 10 HORAS A POLÍCIA COM MEDO DE UMA LIGHT PHASER DO MASTER SYSTEM ?? HUAHAUHAUHA Só rindo mesmo!! eu mesmo tenho uma aqui guardada até hoje!! Cuidado gente, eu to armado hein! hehe

COMENTEM !!

LittleBigPlanet, Assassin´s Creed, Motorstorm e Rock Band anunciados para PSP!

psp

HELL YEAH!!!

Durante sua conferência anual para lojistas e produtoras, chamada Destination PlayStation, a Sony Computer Entertainment anunciou uma série de títulos famosos para o portátil PSP, incluindo versões de "LittleBigPlanet", "MotorStorm", "Assassin's Creed" e "Rock Band".

A edição para PSP de "LittleBigPlanet" será produzida em conjunto com a Media Molecule, que fez a versão para PlayStation 3. O game portátil prevê novas fases e ambientes, além de também trazer as funcionalidades de edição e compartilhamento de fases que ficou famoso na versão para consoles.

Já "MotorStorm Arctic Edge", que também terá edição para PlayStation 2, leva suas corridas off-road para o Alasca. O game está sendo produzido pela Bigbig Studios, da franquia "Pursuit Force". Tanto os novos "LittleBigPlanet" como "MotorStorm" estão previstos para sair até o final do ano.

A Ubisoft promete forte apoio ao PSP. Além de "Assassin's Creed", game de ação furtiva lançado para Xbox 360 e PlayStation 3 em novembro de 2007 e para PC em abril de 2008, a produtora francesa também trará para o portátil a franquia "Petz", voltada para o público infanto-juvenil e que consiste em cuidar de diversos animais de estimação, incluindo tigres e cavalos.

Por fim, o PSP também recebe "Rock Band Unplugged", versão do game musical lançada para Xbox 360, PlayStation 3, Wii e PlayStation 2. O game terá uma loja online, no qual o jogador pode comprar novas canções por download. Detalhes do funcionamento do game não foram divulgados, mas o site Primotech afirma que a mecânica de jogo será próxima a de "Frequency", da produtora Harmonix, usando direcionais e botões para tocar os instrumentos (a troca entre voz, guitarra, baixo e bateria é feita com os botões de ombro).

Por fim, a Sony confirmou o lançamento do game de ação e combate "Dissidia: Final Fantasy" para o terceiro trimestre do ano nos Estados Unidos. O game vendeu 850 mil unidades no Japão.

ADOREI ESSAS NOTICIAS!!!!

COMENTEM !!

"Lord of the Rings:Conquest" ganha segundo pacote


O game de ação "Lord of the Rings: Conquest" recebe nesta quinta-feira (26), um segundo pacote de expansão. Disponível tanto para Xbox 360 como PlayStation 3, o pacote tem preço de US$ 10 (ou 800 MS Points no Mercado Xbox Live).

O download traz os personagens Arwen, Boromir e Gothmog. Este último é um comandante que guia as tropas de orcs em Pelennor Fields durante os eventos dos filmes, e não o lorde dos Balrogs, descrito em "Silmarillion", a bíblia da Terra-Média.

Todos os três são da classe Warrior (guerreiro), mas têm habilidades especiais. Arwen, filha de Elrond, ataca com duas garras de gelo e possui uma técnica giratória que golpeia e reflete projéteis. Ela pode conjurar uma parede de água como no filme, e criar armadilhas de gelo.

Boromir usa socos e chutes, além de sua espada, e seu Chifre de Gondor é seu ataque de longo alcance, capaz de atordoar inimigos enquanto melhora as condições dos aliados em campo. Já Gothmog aciona pedras rolantes durante a batalha, e possui um machado venenoso para retardar suas presas.

Além dos heróis, o pacote traz novos mapas: Amon Hen, onde Boromir tentou adquirir o Um Anel e a Sociedade acabou sendo desfeita, e "Battle of the Last Alliance", local no qual Isildur cortou os dedos de Sauron, tirando-lhe o Precioso. Ambos podem ser jogados nos modos Conquest, Capture the Ring e Team Deathmatch, no qual Gothmog e Lurtz formam as forças do mal, e Boromir e Arwen representam o bem. Para terminar, duas novas arenas: Weathertop e Minas Tirith.

Em "Lord of the Rings: Conquest", o jogador controla orcs, elfos, ents e figuras clássicas da obra literária de Tolkien, como Frodo e Gandalf; batalhas épicas da série, mostradas nos livros e nos filmes, são recriadas no game. O título oferece aos jogadores quatro classes distintas - guerreiro, arqueiro, mago e batedor - cada um com suas habilidades. Depois de completar a campanha das forças do bem, o jogador destrancará o outro lado da história - começando com um dos Ringwraiths capturando Frodo e entregando o Um Anel a Sauron.

Fonte : FinalBoss

COMENTEM !!

Análise : Sonic's Ultimate Genesis Collection



É triste constatar que "Sonic's Ultimate Genesis Collection" é um dos melhores lançamentos da Sega dos últimos meses. Triste porque se trata de uma coletânea com cerca de 40 jogos do saudoso Mega Drive e o mais novo deles deve ter quase 15 anos de idade. Bons tempos aqueles para uma empresa que hoje parece ter se perdido.

Analisar este tipo de pacote é sempre complicado, pois lidamos com as memórias que temos de certos títulos e nem sempre há uma correspondência, causando inevitável decepção. A boa notícia é que a Sega conhecia o caminho das pedras na época e praticamente todos os games contidos aqui ainda se seguram bem hoje, com pouquíssimas exceções.

A seleção de títulos é excelente, contando com clássicos do calibre de "Kid Chameleon", "Decap Attack", "Vectorman", "Comix Zone", os principais "Sonic The Hedgehog", todos os "Streets of Rage", os "Shining Force", os "Golden Axe" e os "Phantasy Star" (o primeiro, de Master Syster, inicialmente está escondido). Há ainda alguns menos expressivos como "Flicky", "Fatal Labyrinth" e "Gain Ground", além de outros ocultos de outras plataformas, como "Fantasy Zone", "Alien Syndrome" e "Zaxxon".

Claro que tais coletâneas nunca são perfeitas e dúvidas baseadas em experiências pessoais começam a se impor: se colocaram "Shinobi III" na biblioteca, onde está "Shadow Dancer" ou "Revenge of Shinobi"? "Super Thunder Blade" ou "Congo Bongo" são realmente tão importantes assim?

Deixando tais perguntas de lado e explorando o que temos em mãos, vamos ao que interessa. Os games são emulações perfeitas, exibidas em aspectos originais com direito a uma moldura temática para preencher o restante da tela - caso não queria esticar tudo no monitor widescreen. Os gráficos não impressionam muito hoje em dia, mas ainda são bacanas e, vamos ser francos, ninguém deve estar realmente interessado nos aspectos visuais destes games para início de conversa. O que interessa é a diversão e aqui há de sobra.

Os controles são precisos como nos velhos tempos, com direito a instruções na tela e suporte para dois jogadores, de acordo com cada título. Até mesmo as velhas dicas e macetes da época são aceitos. O mais interessante é que, ao completar pequenos objetivos em determinados games, conseguirá habilitar extras escondidos - se você conseguir uma Chaos Emerald no primeiro "Sonic", por exemplo, irá desbloquear uma entrevista com Shun Nakamura, criador do personagem.

CONSIDERAÇÕES

"Sonic's Ultimate Genesis Collection" é uma excelente coletânea de jogos de Mega Drive, não só por contar com títulos excelentes, mas por trazer extras muito interessantes. A emulação é de qualidade e traz de volta a diversão sem compromisso do passado, com um interessante sistema de objetivos que habilita bônus e games escondidos, mantendo sempre o interesse dos jogadores. Se você já possui um Playstation 3 ou um Xbox 360 e curte os clássicos do velho console da Sega, sai mais barato do que comprar um aparelho da TecToy.

Fonte : UOL Jogos

COMENTEM !!

LittleBigPlanet a caminho do PSP

null

O que até agora não passava de um rumor, deixou de ser. LittleBigPlanet vai mesmo ter direito a uma versão para a PSP.

Os detalhes são poucos, mas a Sony promete que o jogo permitirá a criação e partilha dos nossos próprios níveis, tal como no PlayStation3.

Especula-se que o jogo seja lançado ainda este ano, mas nada foi ainda confirmado. Aguardamos mais detalhes.

Fonte : Game Tuga

COMENTEM !!


Novo mapa para World at War

null

Deu entrada, recentemente, no Live um novo mapa multiplayer para Call of Duty: World at War.

Para falar verdade, trata-se apenas da versão diurna do já existente Makin. O novo mapa tem um tamanho de 69 Mb e está disponível gratuitamente para todos os membros Gold.

Fonte : Game Tuga

COMENTEM !!

Primeiro vídeo de jogabilidade de Splinter Cell: Conviction

Demorou, mas a Ubisoft mostrou em um evento a jogabilidade de Splinter Cell: Conviction, destacando principalmente a interatividade com todos os objetos. Veja abaixo e comente sobre o excelente, porém em baixa resolução, vídeo.

COMENTEM !!

Midnight Club:LA recebe DLC esta semana !!


null

A Rockstar, empresa responsável por Midnight Club: LA, anunciou que vai disponibilizar um conteúdo adicional para o jogo, ainda esta semana. Este pacote vai trazer o tão esperado South Central Upgrade Map, que irá oferecer aos jogadores uma nova zona da cidade para explorar, com um tamanho equivalente a um terço da extensão do cenário original.
Nesta nova zona vão ser incluídas secções da cidade de Los Angeles, como o Exposition Park e o auditório Shrine, sendo que estas serão de download gratuito.

Durante esta semana deve ser lançada uma página com todas as informações deste conteúdo, assim como um video promocional,
mostrando as características do pacote.

O conteúdo extra (South Central Upgrade Map) vai ter um custo adicional e vai incluir novas personagens, circuitos, músicas, entre outras coisas.

COMENTEM !!

God of War III - novos detalhes

A revista francesa PSM3 revelou mais alguns preciosos detalhes do épico God of War 3. Segundo esta revista, GOW 3 será um jogo onde Kratos manterá algumas das habilidades dos jogos passados, como inovará com algumas novas manobras. Um exemplo de estas últimas, é a capacidade de correr nas paredes, o que juntando com várias combinações de ataques pode resultar num espectáculo para os olhos.

Image and video hosting by TinyPic

O terceiro capítulo da série God of War vai contar com um motor de jogo baseado no de GOW2, mas muito melhorado e adequado ao poder da PS3. Devido a isto, o jogo vai apresentar cenários gigantescos e detalhados, próprios da nova geração de gráficos. O jogo vai correr a uma resolução de 1080p, com uma framerate muito estabilizada e sólida, perto dos 60fps. Não haverá também loadings perceptíveis, porque estes serão feitos durante as cutscenes.

Image and video hosting by TinyPic

Até agora, não há sequer planos para multiplayer, nem online nem offline, oque vem desacreditar um rumor que haveria um modo cooperativo na versão final do jogo. A equipa de Santa Mónica não tenciona utilizar o sensor de movimentos do Sixaxis, mas espera-se que utilizem a tecnologia de vibração já presente nos comandos Dualshock 3. Para ajudar ao desenvolvimento do jogo, a Insomniac (Resistance, Ratchet & Clank) e a Naughty Dog (Uncharted) estão em constante contacto com os estúdios de Santa Mónica.

Image and video hosting by TinyPic

O jogo vai manter a sua reputação ousada com uma apresentação gráfica bastante matura e grotesta, apresentando cenas de teor sexual ainda mais provocantes e realistas, assim como litros de sangue espalhados pelo cenário. Para aqueles que são fãs da série, existiram muitos elementos que são característicos a God of War, assim como algumas inovações. Uma notícia um pouco má é que a duração do jogo vai ser mais curta do que o anterior jogo, porque a equipe focou-se mais na acção intensa do que na longevidade.

Image and video hosting by TinyPic

A antecipação para este jogo nunca foi tão grande, e segundo os rumores, ainda será lançado este ano. Se alguma data oficial for revelada, todos os possuidores de uma PS3 marquem esse dia na vossa agenda, porque GOW3 é um jogo obrigatório de ter.

COMENTEM !!

Novos videos de The Sims 3


null

Muitas pessoas devem ter ficado desiludidas depois da informação de que a EA iria adiar o lançamento do jogo para o dia 2 de Junho.
Actualmente estão a circular na Internet alguns videos sobre o jogo, que vão certamente abrir o “apetite” aos amantes deste simulador.

Fiquem então com os videos.

COMENTEM

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Valve lança correção para Left 4 Dead

left4dead

A Valve acaba de lançar na Xbox LIVE um patch de correção para Left 4 Dead, gratuitamente. O patch corrige diversos bugs e acrescenta algumas novidades no modo Versus, deixando-o mais completo. Confira a lista, em inglês, abaixo.

General
Fixed Survivors being able to climb surfaces marked for versus infected only
Fixed a class of SurvivorBot bugs dealing with rescuing downed players
Players can no longer grab ladders while flying through the air after a Tank punch
Shooting near a car with an alarm that has already fired the alarm will no longer make chirping noises
Fixed mini-gun physics exploit
Fixed propane tanks (and other physics objects) causing players to fall through elevators
Fixed rare achievement bug issues
Fixed several map exploits

Versus Changes
Added HUD elements to show status of other infected players
Fixed instance where a Survivor changing to the infected team would be attacked by infected bots
Normalized special infected melee damage
Fixed exploit where infected players could run away and teleport back to gain health
Players can only change teams once per map
Players can’t change teams while other players are still loading
Tank spawns at the same % through the map for both teams in versus mode
Made the Tank and Witch spawn directly on the escape route
Increased chance of getting the Tank or Witch
Fixed team swap issue

Hunter
Easier to pounce a Survivor who is meleeing
Increased Minimum damage a Hunter pounce does

Smoker
Fixed Smoker tongue tolerance
Smoker now has to be killed or the tongue destroyed for the tongue to break
Survivors cannot bash someone off the tongue until the Survivor being pulled is paralyzed or hanging
Tongue attacks that fail to paralyze or hang a Survivor will use the shorter ability delay timer
Fixed cases where the ability timer was not using the correct time
Fixed case where you could point at a Survivor but not register a tongue hit
Fixed Smoker tongue not targeting and landing properly through PZ ghosts
Smoker tongue does damage every second while dragging paralyzed Survivors

Tank
Bashable objects now appear with a red glow
Tanks hitting a car with an alarm disables the alarm permanently
Tank frustration timer is only reset by hitting Survivors with rocks or fists
Reduced autoshotgun damage against Tanks

Witch
Witch spawns at the same % through the map for both teams
Avoids spawning within a certain % of the tank
Fixed an exploit where the Witch could be woken up and tricked into attacking Survivors


Minha Opinião :

Vou lá agora atualizar o meu!! hehe, eu já adoro esse jogo, com correções então ele vai ficar melhor ainda!!

COMENTEM !!

FUEL ganha novo trailer e confirma data

A Codemasters liberou mais um novo trailer de FUEL. Esse se passa no Grand Canyon, e novamente, parece fantástico. Confira abaixo. O jogo sai em Maio para ambos os consoles.

COMENTEM !!

Street Fighter IV pode receber novos personagens !!

SFIV

O produtor de Street Fighter IV Yoshinori Ono revelou em entrevista que alguns personagens estavam com a parte gráfica praticamente pronta, mas a Capcom decidiu deixá-los de fora da versão final do aclamado jogo de luta. Dois deles são Dee Jay e T.Hawk.

Porém Ono deixa claro que os fãs verão esses e outros personagens em forma de DLC caso o game venha a ter a demanda de jogadores necessária.


COMENTEM !!

Capcom anuncia Lost Planet 2

LostPlanet

Veja o trailer e imagens aqui.

A Capcom acaba de anunciar Lost Planet 2.

O anúncio foi feito através de um vídeo na Xbox Live, como prometido. São 436MB.

Trechos de jogabilidade estão inclusos no vídeo, mostrando algumas mudanças climáticas em relação ao primeiro título, incluindo neve derretendo e selvas.

Co-op já está confirmado: “Jogadores desejaram derrotar os Akrids em co-op” Disse o produtor Jun Takeuchi - o mesmo por trás de Resident Evil 5 - no vídeo.

“Você podem ver nossas respostas aos pedidos no trailer.”


COMENTEM !!

Veja os lançamentos de Março !!


Halo Wars
(Xbox 360)

03 Mar 2009

Tom Clancy’s H.A.W.X.
(Xbox 360/PS3)

03 Mar 2009

The King Of Fighters ‘98 Ultimate Match
(Xbox 360)

03 Mar 2009

Eat Lead: The Return Of Matt Hazard
(Xbox 360/PS3)

03 Mar 2009

Major League Baseball 2K9
(Xbox 360/PS3)

04 Mar 2009

Watchmen: The End is Nigh
(Xbox 360/PS3)

10 Mar 2009

Trivial Pursuit
(Xbox 360/PS3)

13 Mar 2009

Resident Evil 5
(Xbox 360/PS3)

17 Mar 2009

Strike Force Red Cell
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009

Sacred 2: Fallen Angel
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009

Dungeon Hero
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009

The Wheelman
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009

Heroes over Europe
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009

Stormrise
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009


Wanted
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009

Legends of WrestleMania
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009


Dynasty Warriors: GUNDAM 2
(Xbox 360/PS3)

24 Mar 2009

Ninja Blade
(Xbox 360)

29 Mar 2009

Guitar Hero: Metallica
(Xbox 360/PS3)

29 Mar 2009


Monsters vs. Aliens
(Xbox 360/PS3)

30 Mar 2009


OutRun Online Arcade
(Xbox 360)

30 Mar 2009

Cross Edge
(PS3)
Mar 2009

Deer Hunter Tournament
(Xbox 360)

Mar 2009

Brave: A Warrior’s Tale
(Xbox 360)

Mar 2009


CellFactor: Psychokinetic Wars
(Xbox 360/PS3)

Mar 2009

Fallout 3: The Pitt
(Xbox 360)

Mar 2009

COMENTEM !!