terça-feira, 20 de outubro de 2015

Oitava edição da Brasil Game Show bate recorde de público !!

A Brasil Game Show 2015, realizada entre os dias 8 e 12 de outubro no Expo Center Norte, em São Paulo, estabeleceu novos recordes e se firmou como a maior edição do principal evento de games da América Latina. A feira reuniu nos cinco dias 300.138 visitantes – número 18,64 % superior ao do ano passado, quando obteve 252.966 visitas – e expôs ao público mais de 100 lançamentos.

http://procrastination.com.br/wp-content/uploads/2015/10/bgs.jpg

Em uma área de cerca de 70 mil m², o público pôde encontrar convidados internacionais ilustres – como Phil Spencer, chefe da divisão XBOX da Microsoft, e Yoshinori Ono, produtor do game Street Fighter V – participar e acompanhar diversos campeonatos, tirar fotos com cosplayers, visitar a exposição “Evolução do Videogame” – que reuniu consoles, jogos e acessórios clássicos, além de raridades –, se divertir na área de jogos arcade, conhecer pessoalmente os maiores youtubers do Brasil, adquirir inúmeros produtos em lojas oficiais e jogar muito em estações equipadas com games para consoles, PCs, dispositivos móveis e óculos de realidade virtual.

Público presente na Brasil Game Show 2015


8 de outubro (quinta-feira) – Jornalistas, profissionais e Premium
18.507 pessoas
9 de outubro (sexta-feira) - aberto ao público
59.147 pessoas
10 de outubro (sábado) - aberto ao público
85.291 pessoas
11 de outubro (domingo) - aberto ao público
82.504 pessoas
12 de outubro (segunda-feira) - aberto ao público
54.689 pessoas
Total de público circulante*
300.138 pessoas

* Este número não reflete o número de ingressos vendidos, mas sim a quantidade total de pessoas que circularam nos pavilhões do Expo Center Norte durante a BGS 2015. A soma leva em consideração a rotatividade do público.

Convidados internacionais

· Alex Ionescu, líder de projeto de Star Wars Battlefront
· Erick Baka, gerente XBOX para a América Latina
· Jay Peuryear, diretor de desenvolvimento da marca Call of Duty
· Lisa Humphries, produtora de Quantum Break
· Lydia Andrew, diretora de áudio de Assassin's Creed Syndicate
· Meagan Marie, executiva de Rise of The Tomb Raider
· Michael Brinker, executivo de Rise of The Tomb Raider
· Moustapha N'Dome, diretor de comunidade de Just Dance
· Peter Rosas, produtor associado de Street Fighter V
· Phil Spencer, chefe da divisão XBOX da Microsoft
· Quinn del Hoyo, executivo do game Halo 5: Guardians
· Sam Delaney, produtor da franquia LEGO
· Sam Rivera, produtor de FIFA
· Thomas Puha, produtor de Quantum Break
· Tommy Alvarez, especialista em ambientação de The Division
· Yoshinori Ono, produtor de Street Fighter V

Campeonatos

·         Brasil Game Cup

Os e-Sports, ou esportes eletrônicos, também ocuparam um lugar importante na BGS. Destaque para a Brasil Game Cup (BGC), torneio de Dota2 realizado em um palco gigante em frente a uma plateia para 4.000 pessoas e premiação total de R$ 60.000. A disputa entre oito equipes – 5 brasileiras, 2 peruanas e uma argentina – sagrou bicampeã a paiN Gaming, que venceu a final por 3 a 0 e garantiu um prêmio de R$ 40.000. A equipe T.Show foi a segunda colocada e levou para casa R$ 15.000. A Keyd Stars ficou com o terceiro lugar e o prêmio de R$ 5.000.

·         Capcom Pro Tour

Além da BGC, principal campeonato realizado durante a BGS, várias disputas agitaram os estandes do Expo Center Norte. Entre elas o Capcom Pro Tour, no estande da PlayStation, que colocou mais de 50 desafiantes frente a frente no game Ultra Street Fighter IV e sagrou o brasileiro Keoma Pacheco, conhecido apenas como Keoma, como campeão. Na final, ele superou o japonês Tatsuya Haitani, considerado no Japão como uma lenda dos jogos de luta. Com a vitória, Keoma garantiu uma vaga no campeonato mundial de "Street IV", que será realizado em dezembro, em San Francisco (EUA).

·         Etapa brasileira da Copa do Mundo de Just Dance

A Ubisoft reservou um palco para o público dançar Just Dance e, mais do que isso, tentar uma vaga para a segunda edição da Copa do Mundo do game, que será realizada em Paris, no dia 26 de outubro. Dezesseis competidores garantiram uma vaga para a final da etapa brasileira e subiram ao palco no dia 12 de outubro em busca da viagem à Paris com tudo pago pela Ubisoft e a chance de disputar o título mundial. Após uma disputa emocionante contra o cearense Alisson Freitas, o mineiro Kelvin Jaeder da Rocha Santos, de 21 anos, venceu a competição. Ele já havia sido o 4º colocado no mundial de 2014 e agora terá mais uma chance de se tornar o melhor jogador de Just Dance do planeta.

·         Campeonatos de FIFA 16
  
A grande paixão esportiva do brasileiro também contou com disputas durante os dias de BGS. O estande da Warner Bros. sediou torneios diários de FIFA 16, quando os visitantes puderam medir suas habilidades na mais recente edição da famosa franquia de game de futebol. O mesmo ocorreu no estande do YouTube, que reuniu youtubers para disputar partidas do game.

·         Competições no XBOX

Outro estande que contou com disputas foi o do XBOX. Nele, o público da feira teve a oportunidade de competir em uma grande variedade de games, capazes de agradar a todos os gostos. Além de FIFA 16, para os fãs de corrida, havia embates no game Forza 6. Já quem curte games de tiro, Gears of War Ultimate Edition estava disponível. Por fim, os fanáticos por games de luta puderam medir forças em vários rounds do game Killer Instinct. 
Pavilhão Indie

Vinte e seis estúdios independentes de desenvolvimento de jogos ocuparam os 36 estandes da área indie da BGS 2015, cinco vezes maior do que a do ano passado. O espaço chamou a atenção do público, que marcou forte presença e conheceu o trabalho das seguintes produtoras:

· 2Dverse
· Data Realms
· Digi Ten Studio
· DNAe Studio
· Duaik Entretenimento
· Flux Game Studio
· Garage 227 Studios
· G2E
· Maxlab Studios
· Messier
· Ministério Público
· Odin Game Studio
· Overlord
· Penguin Spot
· Pipa Combate
· Reload Game Studio
· Requiem Studio
· Rising Digital Entertainment
· Samaritan Studios
· Sebrae PB
· Smyowl
· Streamy
· Too Nerd to Die
· Tree of Dreams
· Unique Entretenimento Digital
· Void Studios

A evolução do videogame

Outro grande destaque da Brasil Game Show 2015 foi a exposição "A Evolução do Videogame", que contava a história dos games por meio de cerca de 120 consoles e acessórios do acervo pessoal de Marcelo Tavares, CEO e fundador da BGS e maior colecionador de videogames do Brasil. De artigos raros aos consoles de última geração, foi uma ótima oportunidade de ver de perto videogames de todas as gerações e ter contato com aparelhos que sequer foram comercializados no Brasil. Ao lado da exposição, uma das áreas mais disputadas era a de fliperamas, com 80 máquinas de arcade equipadas com games clássicos dos anos 1990 à disposição do público.

Vendas

Além de testar inúmeros produtos, os visitantes da Brasil Game Show puderam comprar uma série de jogos, acessórios, filmes, action figures e produtos oficiais da feira. Lojas Americanas, Saraiva, Toy Show, Galápagos, Planeta DeAgostini, Game7, Editora Europa, Piticas, Bazar Magic, Legião Nerd, Copag, Top Draw e Gargulla Store levaram um grande estoque de produtos e venderam muitos itens a preços promocionais.

Já a loja oficial da BGS estava duas vezes maior em 2015 e o público podia adquirir cadernos, canetas, mouse pads, sacolas, bottons, cases para notebook, porta-copo, chaveiros, entre outros produtos. Destaque para o livro oficial da BGS, publicado pela Editora Europa e lançado no evento desse ano.

BGS 2016

A nona edição da BGS já está confirmada e tem novas datas e local: acontecerá de 1º a 5 de setembro, no São Paulo Expo, que está recebendo investimentos da ordem de R$ 300 milhões e será o mais moderno centro de exposições do Brasil. A mudança de data é uma tentativa de antecipar mais lançamentos e apresentar aos visitantes um número ainda maior de produtos inéditos. O novo local conta com um amplo edifício garagem, com 4,5 mil vagas, além de um avançado sistema de climatização e rede wi-fi.