sábado, 24 de outubro de 2015

Produtor diz que não há muitas diferenças entre PS4 e Xbox One !!

A desenvolvedora Just Add Water já tem uma certa experiência com o PlayStation 4 e o Xbox One, tendo produzido jogos como Oddworld: New 'n' Tasty para o PS4 e está trazendo ele agora para o Xbox One. E hoje, o Diretor criativo da empresa, Lorne Lanning revelou ao site GamingBolt sobre ambas plataformas e suas diferenças. Lembrando: Ele está falando sobre a experiência que teve ao portar seu jogo para o Xbox.
http://s11.postimg.org/jthp2lcrn/xbox_one_vs_ps4_1.jpg
"Para um diretor criativo, não há muita diferença. Claro, existem certas diferenças nas especificações técnicas, elas já foram documentadas em artigos, analisadas e são conhecidas pelas pessoas. Agora, para um chefe do desenvolvimento, talvez as coisas tenham sido diferentes".

[Falando da parte técnica]Em relação ao Xbox, a arquitetura dele não é tão diferente e o poder que ele tinha era suficiente para que não houvessem muitos problemas durante o desenvolvimento, entretanto, não foi fácil para nós. Não foi fácil porque fizemos o jogo primeiro no PlayStation 4. Fizemos isso por vários motivos - alguns deles são a audiência maior e o destaque que a Sony nós deu, precisamos disso, não podemos dar o luxo de descartar esse destaque".

"Não podemos pagar por anúncios, então, fazemos jogos bons para que alguém possa se interessar em divulgar para nós. Por isso fazemos jogos desse jeito antigo e idiota, que é: usar todo o poder do sistema para qual o jogo for lançado primeiro. Aí depois lançamos para outra plataforma - não é assim que se deve fazer jogos multiplataforma. O jeito correto é: pensar para qual plataforma vamos lançar, analisar quais consoles receberão o jogo depois e então desenvolver o game de forma que não seja muito difícil de portar depois. Mas não, não fizemos isso. Mesmo usando a Unity, se você começar a usar várias coisas mais pesadas, complica".

"Vou exemplificar, estamos usando a Unity, que se diz uma engine multiplataforma. Então, se fizermos um jogo simples para dispositivos móveis, vai ser fácil portar ele para o Xbox One, PS4, Wii U e o PS Vita. É só pegar algo simples, feito para um hardware simples e colocar em consoles, que são bem mais potentes".
"A idiotice que fizemos foi, desenvolver para a plataforma mais potente, no caso o PS4. Quando os desenvolvedores terminaram de analisar a parte técnica, eles disseram: 'O PS4 é mais poderoso nisso aqui, e naquilo ali...', ele não é tão diferente assim, mas se usar o máximo dele, vai complicar na hora que for portar o jogo, porque não levamos em conta como era o Xbox One. Foi difícil para nós, não é vai ser para todos. A dificuldade foi causada porque usamos tudo que podíamos fazer no PlayStation 4 com a Unity Engine".

O Produtor revelou também que a Engine usada não tinha sido totalmente otimizada na época para usar o poder total das máquinas, como o Xbox One, PS Vita, PC e o Wii U, além de possuir alguns outros problemas. Mas mesmo assim, para uma desenvolvedora pequena, o preço compensa, já que antigamente, uma engine custava milhões e nem eram tão boas quanto a Unity.