quinta-feira, 17 de março de 2016

Qualidade de Homefront: The Revolution vai surpreender muita gente !!

Klemens Kundratitz, CEO da Deep Silver, acredita que muitas pessoas ficarão surpreendidas pela qualidade de Homefront: The Revolution, apesar dos desafios que o jogo enfrentou durante o seu desenvolvimento. “Daqui para frente, estaremos apenas concentrados em Homefront,” disse Kundratitz ao site MCV. “Vamos surpreender muitas pessoas com a qualidade que Homefront vai ter. Tivemos alguns desafios durante o percurso, mas estamos determinados a estabelecer Homefront como um PI bem reconhecida no gênero de shooters.”

http://media2.giga.de/2014/07/homefront-the-revolution.jpg

“O jogo oferece uma parte enorme singleplayer que é profunda e imersiva e depois o cooperativo no topo é verdadeiramente divertido e único.” A vida de Homefront: The Revolution começou na Crytek e na THQ antes de ser adquirido totalmente pela Crytek em 2013. Acredita-se que posteriormente o jogo mudou de direção, alterando a sua abordagem de uma campanha linear para um título de mundo aberto. Um tempo depois, a Crytek vendeu a franquia à Koch Media, empresa que detém a Deep Silver, depois de passar por dificuldades financeiras em 2014, passando da Crytek para um novo estúdio chamado Dambuster Studios. O lançamento do jogo sofreu mais um adiamento, passando de 2015 para Maio de 2016. Uma beta pública do jogo será lançada antes do seu lançamento oficial.