sábado, 9 de abril de 2016

Greg Zeschuk critica PlayStation 4K e diz que criar um novo console é loucura !!

A possibilidade da Sony lançar uma versão mais poderosa do PlayStation 4 no final do ano, como indicam os rumores, é vista como uma péssima notícia pelo co-fundador da BioWare, Greg Zeschuk. Apesar de ter se aposentado da carreira no desenvolvimento de games, Zeschuk deu sua opinião sobre o assunto ao site Gamespot e foi muito crítico.

http://masseffectuniverse.fr/wp-content/uploads/2014/09/Masterclass-Jeux-video-Greg-Zeschuk.jpg

"Eu diria que isso seria uma dor de cabeça gigantesca que vai contra a finalidade dos consoles", disse ele, antes de se lembrar de um caso ocorrido com o Xbox original. "É engraçado, há realmente algumas histórias por trás disso. Por exemplo, o Xbox original... a Microsoft realmente tinha várias unidades de DVD diferentes. Eles não contaram a ninguém, mas como um desenvolvedor você descobria que havia um desempenho diferente e às vezes você tinha esses consoles recondicionados com equipamentos de diferentes marcas. Isso causou uma variabilidade incrível".

Para Zeschuk, é importante que um console tenha especificações técnicas fixas, pois qualquer mudança gera incompatibilidade e possíveis problemas de performance nos jogos. "Todo o propósito dos consoles está no conjunto de requisitos com os quais você trabalha a partir de uma perspectiva de hardware", disse ele. "Mudar isso é uma loucura completa".

O co-fundador da BioWare especula que a Sony possa estar se precavendo de um movimento da Microsoft, que pode atualizar o Xbox One para tirar a desvantagem que o console tem em relação ao PlayStation 4, no aspecto do poder de hardware. "É como se Microsoft percebesse que a Sony tem prevalecido sobre eles desde o início, e talvez queira tirar a desvantagem. E assim a Sony pensa, Bem, se você for fazer isso, vamos jogar este jogo". Seja qual for a razão, Zeschuk não gosta da ideia.  "Eu acho que é ruim", disse ele. "É como voltar para o mundo do PC, onde você tem que considerar todas essas coisas. É bom que nos consoles não tenhamos que considerar variáveis de desempenho. Mas é uma loucura".