quinta-feira, 12 de maio de 2016

Review - Kirby Planet Robobot - Nintendo 3DS !!

Esse é um review, para mim, Luciano, de desculpas eternas a HAL Laboratory e a Satoru Iwata. Pois esse que vos escreve sempre teve preconceito com Kirby. Sempre que via os jogos pensava "Fala sério, um jogo de uma bolinha cor de rosa" ?? E não jogava. Eis que um dia, peguei o Kirby do Wii por desencargo de consciência e pensei: "Vamos jogar. Vamos ver se eu estava errado". E hoje eu posso dizer a vocês, sem medo, Como eu estou feliz de estar errado !!

https://i.gyazo.com/930198bbcec93c7d0c2b8bf4c5f87cfd.png

Kirby é um jogo sensacional e após o jogo do Wii eu corri atrás de outros jogos dele tenho jogado por último o Kirby: Triple Deluxe, do 3DS. Um jogo muito caprichado, delicioso de se jogar, com uma ótima jogabilidade e que confesso: Fiquei triste quando o terminei 100%. E aí veio o anúncio de Kirby: Planet Robobot. E eu pensei: "será que vão manter a qualidade do primeiro jogo" ? E hoje eu posso dizer hoje, sem sombra de dúvidas: Não só mantiveram, como trouxeram melhorias muito bem vindas a série.

A História

Um dia, uma nave espacial do tamanho de um planeta chamado Access Ark conquista e mecaniza o mundo de Kirby, o planeta Pop Star. King Dedede e Meta Knight tentam revidar, mas o Castelo Dedede e o Halberd são destruídos por lasers poderosos. Cabe agora para Kirby, que dormia durante todo o ataque, acertar as coisas novamente.

http://media1.gameinformer.com/filestorage/CommunityServer.Components.SiteFiles/imagefeed/featured/nintendo2016/kirby/planetrobobot/kirbymech610.jpg

Essa história serviu para se introduzir o que achei umas das melhores adições a série: Os Mechas. Robôs que Kirby pode controlar e que assim como Kirby, se apropriam de poderes de alguns inimigos. E isso dá uma variedade de novidades ao jogo que é simplesmente sensacional. Parafusar coisas no cenário, derrubar partes onde a força normal de Kirby não tem força para tal e muitas outras coisas fazem essa adição ao jogo uma da melhores coisas no novo jogo.

O Jogo - Gameplay/Gráfico

O que falar sobre o gameplay de Kirby Planet Robobot ? Kirby PR é um dos jogos mais gostosos de se jogar no Nintendo 3DS. Sua jogabilidade é de uma competência absurda. Tudo funciona perfeitamente e isso faz de Kirby PR um jogo altamente recomendado para todos que querem jogar e se divertir em um jogo altamente competente e com a marca da Nintendo e da HAL Laboratory. Se você é um fã de Kirby Triple Deluxe, vocês vai se sentir em casa aqui e irá se acostumar com os controles em questão de segundos.

http://media1.gameinformer.com/filestorage/CommunityServer.Components.SiteFiles/imagefeed/featured/nintendo2016/kirby/planetrobobot/doctorkirby610.jpg

Tanto Kirby, quanto nos momentos em que se está montado nos Mechas, se movimentam com muita liberdade e com uma fluidez maravilhosa. Você nunca irá reclamar: "Puxa, morri porque o controle falhou". Não, isso não acontecerá aqui. Tudo funciona e é questão de minutos para você se acostumar, se divertir e se maravilhar com esse jogo. Esse tipo de cuidado com tudo em um jogo é uma das marcas registradas da Nintendo e isso se provou com louvor em Kirby Planet Robobot.

Graficamente, Kirby é realmente um jogo muito bonito no Nintendo 3DS.Seus gráficos coloridos e cenários detalhados e vivos são um show no Nintendo 3DS. Você irá se deliciar com o jogo de câmeras, com a interação com o cenário e muito mais. Mas Kirby Planet Robobot tem mais coisas para se aproveitar depois de finalizar o modo história. Planet Robobot também traz alguns modos extras para os fãs de Kirby, incluindo um modo multiplayer que permite que você encare os chefes com até três outros amigos.

http://www.technobuffalo.com/wp-content/uploads/2016/04/Kirby-Planet-Robobot-5.jpg

Resumindo, Kirby Planet Robobot é um jogo altamente recomendado aos fãs da Bolinha cor de Rosa da Nintendo. Lembrando que os Amiibos de Kirby podem ser usados no jogo. E para você que procura um jogo para simplesmente jogar, se divertir e acabar, assim como eu, se apaixonando pela franquia e pensando: "Nossa, nunca estive tão feliz em estar errado".