EA criou inteligência artificial que aprendeu a jogar Battlefield 1 !!

Uma das coisas que pode arruinar por completo a imersão nos jogos é uma inteligência artificial que tem comportamentos estúpidos e irrealistas. É por isso que a a SEED, uma equipe da Electronic Arts que explora as tecnologias emergentes, criou uma inteligência artificial que aprendeu, sozinha, a jogar Battlefield.

Este tem sido o projeto de Magnus Nordin, Diretor técnico na SEED, desde 2015, quando descobriu que a companhia criou uma inteligência artificial capaz de aprender a jogar antigos jogos da Atari. Desde então, Nordin tem se tem dedicado a replicar a situação, só que com um jogo mais complexo como Battlefield.

A inteligência artificial ainda não conseguiu vencer jogadores humanos, no entanto, Nordin afirma que, embora os humanos tenham registrado um desempenho melhor, não foi um confronto completamente desequilibrado. Uma das limitações da inteligência artificial é que ela não consegue fazer planos, e como tal, pode ficar correndo em círculos se não detectar nenhum objetivo. “Uma melhor estratégia seria procurar por oponentes no mapa ou algum lugar para se esconder, mas os agentes ainda não estão prontos para isso. Estou confiante que no futuro vão fazer coisas melhores, à medida que ficarem mais aptos,” explicou.

O processo de aprendizagem da inteligência artificial começa com a observação de jogadores reais. A IA observa os jogadores durante cerca de 30 minutos e depois começa a treinar sozinha. O diretor afirma que a IA está sempre aprendendo, mas é um processo lento. Por enquanto, esta inteligência artificial não será implementada nos jogos e serve sobretudo para encontrar erros nos jogos, ajudando a equipe que trata do controle de qualidade. Todavia, é possível que no futuro a IA seja usada para controlar NPCs cujo comportamento evoluirá com o passar do tempo.

Compartilhar