quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

FF VII - Remake: Yoshinori Kitase explica motivo do jogo ser dividido em episódios !!

Por muitos anos, as pessoas de todo o mundo vem me perguntando se eu iria fazer um remake do Final Fantasy VII - e por muitos anos, sempre dei a mesma resposta. Digo, eu participei do original, será que gostaria de passar anos refazendo ele? Com o remake do jogo, temos a oportunidade de ir além do que foi mostrado no original e alcançar as coisas que sempre sonhamos - das profundezas de Midgar até os céus acima do Planeta. Ao dividir o jogo por episódios, podemos expandir a história original e criar uma experiência épica para os novos jogadores e também para os fãs do clássico.


Neste último fim de semana, na PlayStation Experience, ficamos animados em mostrar o Final Fantasy VII Remake. Foi tão bom ver a animação das pessoas quando surpreendemos todos ao exibir o primeiro gameplay dele - aquela também foi uma oportunidade de mostrar que o desenvolvimento dele estava indo bem, talvez mais do que as pessoas tinham pensado. Assim como na E3 deste ano, gostamos de surpreender.

Além do trailer, queríamos mostrar também a grandeza deste projeto. Decidimos mostrar isso agora para que você possa ver o nosso objetivo. O principal motivo de não termos refeito o jogo até então é devido aos altos requisitos que são necessários para reconstruir o Final Fantasy VII do zero com a tecnologia atual. Fazer um remake em HD deste jogo que passe a mesma sensação do original é algo que não podemos fazer de uma só vez.

Temos observado os comentários e as reações das pessoas sobre a notícia de que o remake seria dividido em partes e muitos acabaram acertando o porque desta decisão. Se você tentar recriar tudo do jogo original atualmente, teríamos que cortar várias partes e criar uma versão condensada daquele jogo. Sabemos que ninguém quer isso. Espero que ao ter explicado um pouco mais sobre essa decisão, você possa compreender o tamanho deste projeto e nossos planos para ele. Ir além do tamanho e da profundidade do mundo, da narrativa e também da jogabilidade original, é algo que vai passar a sensação de algo familiar, mas também de uma novidade.

Como disse antes, gosto de surpreender. :)