segunda-feira, 31 de maio de 2010

Treyarch: "Mercado de usados é um problema" !!

Com o modo multiplayer sendo um dos elementos de maior destaque na série Call of Duty, e obviamente no próximo Black Ops, o gestor de comunidade da Treyarch, Josh Olin, revelou ao site MVC que a Activision e a Treyarch estão atentos a toda esta nova situação dos códigos para o modo de vários jogadores.

http://theparanoidgamer.files.wordpress.com/2009/05/treylogo.jpg

Olin revela que não vai aplicar um sistema similar ao da THQ com Undisputed 2010 e ao que a EA recentemente anunciou, no entanto diz que vão permanecer atentos a como tudo se desenrola.

"Não temos planos para algo do gênero em Black Ops, mas é interessante ver como isso se vai desenrolar para a EA e THQ," diz Olin. "Não é segredo nenhum que a venda de jogos usados colocam problemas aos criadores e editoras, por isso vai ser interessante ver o quão bem isso funciona para minimizar esse problema."

É uma decisão que a Activision e a Treyarch vão ter para analisar durante os próximos seis meses.

4 comentários:

Anônimo disse...

fala sério.. só ver o quanto q CODMW2 vendeu..... faça um jogo bom e vai ver q vai vender mtu e as vendas de usados ñ vai incomodar... so a pirataria q vai incomodar sempre....

Shinka disse...

Mercado de usados só incomoda quem faz jogos que não se justificam ficar em uma coleção por não dar orgulho de se mostrar que tem e não atraem ser jogados uma segunda, terceira ou quarta vez.

Mesmo esses acabam se beneficiando pois quando um gamer vende um jogo usado provavelmente utiliza esse dinheiro para comprar outro jogo.

Na minha opinião as iniciativas de frear o comércio de usados são consumistas demais.

José Carlos disse...

Só falam merda;...

fly disse...

As produtoras estão vendo que o combate a pirataria não tem solução agora eles querem atacar o mercado de usados,e agora o que será das pessoas que compram jogos usados ou alugados?Eles teram que pagar taxas adicionais para jogar online?,é cumulo do ridículo isso,fala serio eim.Essa é minha opinião.