quarta-feira, 20 de maio de 2015

Videogames podem descentralizar desenvolvimento do Brasil, diz ministro Juca Ferreira !!

O novo ministro da Cultura do segundo governo de Dilma Rousseff, Juca Ferreira, afirmou no XXVII Fórum Nacional A Hora e a Vez do Brasil, no dia 14 de Maio, que os videogames podem desconcentrar o desenvolvimento nacional, tirando o foco de outros setores que dominam a economia brasileira. "Estamos falando de um mercado na mais franca expansão em um mundo em crise, e para o qual ainda não nos organizamos para nele competir. Games são uma cadeia de produção que fatura mais que o cinema e que obtém o dobro do lucro que a música", disse Juca na reunião.

https://colunageracaogamer.files.wordpress.com/2015/05/juca-ferreira-games.jpg?w=696

O modelo para formar o mercado de jogos digitais no Brasil é a Cidade Multimídia em Montreal, no Canadá, de acordo com o ministro de Dilma. Para Juca Ferreira, o povo canadense criou rapidamente uma indústria de exportação de games e se tornou o terceiro país do setor, abaixo apenas de Estados Unidos e do Japão. O Brasil, no entanto, ainda se mantém a margem desta cena de produção, embora tenha o quarto maior público consumidor do mundo. Isso ocorre por uma falta de investimento na cultura em ligação com a economia criativa e outros setores. O ministro Juca também pontuou que há frágeis estatísticas sobre o segmento de jogos digitais, o que dificulta o seu mapeamento.

No evento foram mencionados números da Organização das Nações Unidas (ONU) que indicam que a economia da cultura já representa 7% do PIB mundial. No Brasil, o IBGE afirma através de levantamento que há dez anos as famílias gastam 7% do orçamento no consumo de bens e produtos culturais. No entanto, para a Conferência das Nações Unidas Sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad), a produção cultural brasileira corresponde a 2,84% na composição do Produto Interno Bruto nacional. Ou seja, há ainda uma baixa produção local para o consumo, que é predominantemente de importados.

Fonte: Minestério da Cultura e Geração Gamer